Rede dos Conselhos de Medicina
E-CRM exige requisitos técnicos mínimos para funcionamento, alerta CFM Imprimir E-mail
Sex, 31 de Janeiro de 2020 08:34

Diante de dúvidas encaminhadas por médicos, o Conselho Federal de Medicina (CFM), por meio de sua Coordenação de Tecnologia e Informática (COINF), elaborou respostas para facilitar o acesso dos profissionais ao E-CRM, registro profissional digital, já disponível para a categoria desde agosto de 2019. “Essa é uma preocupação constante: responder às dúvidas de todos. Construímos uma página na internet com várias informações sobre como obter e como utilizar o sistema virtual”, contou o conselheiro Hideraldo Cabeça, 1º secretário da autarquia.

PARA ACESSAR A PLATAFORMA DO E-CRM, CLIQUE AQUI

Segundo ele, o sistema inovador, que virou referência para outros órgãos, exige alguns requisitos para que seja obtida a carteira digital no celular, como acontece com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). “Alguns colegas procuraram o CFM alegando dificuldades, mas após analisarmos cada caso relatado, percebemos que os problemas não estavam relacionados à plataforma em si”, explicou.

Datas de emissão - Um dos pontos de confusão se relaciona ao período de emissão dos documentos físicos. As carteiras emitidas desde 1º de agosto de 2017 já podem ter a versão digital por meio do aplicativo “Credencial Médica”, gratuitamente. Porém, quem fez a retirada antes dessa data e tem interesse na versão virtual terá que fazer uma nova identidade médica, pois o sistema anterior não é compatível com este recurso.

Por sua vez, as carteiras produzidas a partir de outubro de 2019 já são entregues aos médicos com o QR Code, que facilita a transferência, e estão aptas à opção online. Outro detalhe importante é que o médico deve verificar junto ao CRM onde fez sua inscrição se seus dados, inclusive o e-mail, estão corretos. É imprescindível ter um endereço eletrônico ativo para se cadastrar no aplicativo.

Aplicativo - Além disso, lembra o conselheiro, os smartphones utilizados devem permitir a compatibilidade do aplicativo Credencial Médica com versões dos sistemas operacionais iOS (App Store, versão 11 ou superior) e Android (Google Play, versão 4.5 ou superior). Se esse alinhamento não existir, o aplicativo não funciona corretamente.

Se observadas todas essas recomendações e persistirem as dificuldades para acessar a carteira digital, o CFM orienta o médico interessado a entrar em contato com o suporte técnico especializado por meio do telefone 0800 725 8182 ou pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. .

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner