Criado com base no Regimento Interno aprovado pela Resolução nº 1998/12, o organograma do Conselho Federal de Medicina (CFM) é o gráfico que representa sua estrutura organizacional. Apresentado de maneira ilustrada, ele simplifica a maneira de enxergar a hierarquia do órgão e também evidencia todas as funções exercidas por cada colaborador.

Confira a estrutura organizacional do CFM:

Plenário: órgão superior de decisão colegiada

Conselho Pleno Nacional dos Conselhos de Medicina: órgão colegiado de assessoria política

Diretoria (presidente; 1º, 2º e 3º vice-presidentes; secretário-geral; 1º e 2º secretários; 1º e 2º tesoureiros):órgão principal de decisão colegiada

Departamentos, câmaras técnicas, e comissões permanentes e temporárias: órgãos colegiados específicos

Gabinete, coordenações e setores: órgãos de apoio operacional às atividades estratégicas e tático-operacionais do CFM

Estrututra Organizacional

A estrutura organizacional do CFM contempla o processo de divisão do trabalho e a alocação de responsabilidades e está assim definida:

  • Plenário: órgão superior de decisão colegiada
  • Conselho Pleno Nacional dos Conselhos de Medicina: órgão colegiado de assessoria política
  • Diretoria: (presidente; 1º, 2º e 3º vice-presidentes; secretário geral; 1º e 2º secretários; 1º e 2º tesoureiros): órgão principal de decisão colegiada
  • Departamentos, câmaras técnicas, e comissões permanentes e temporárias: órgãos colegiados específicos
  • Gabinete, coordenações e setores: órgãos de apoio operacional às atividades estratégicas e tático-operacionais do CFM

Organograma





Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.