Rede dos Conselhos de Medicina
CFM discute segurança de dados e confidencialidade durante I Fórum sobre Prontuário Eletrônico Imprimir E-mail
Ter, 08 de Agosto de 2017 13:28

Fórum aberto pelo presidente do CFM e pelo coordenador da Câmara Técnica de Informática em Saúde discutiu os desafios da implementação do prontuário eletrônico no país

 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) promoveu, nesta terça-feira (8), o I Fórum de Prontuário Eletrônico. No evento, profissionais da medicina e da informática debateram a implementação de prontuários eletrônicos e a segurança no armazenamento das informações, além dos desafios da implantação do sistema no país.

Após a abertura, com a participação do presidente do CFM, Carlos Vital, e do coordenador da Câmara Técnica de Informática e Saúde do CFM, Aldemir Humberto Soares, foram realizadas as palestras "Privacidade e Confidencialidade de Dados" e "Certificação Digital". A primeira foi ministrada pelo presidente do CFM, Carlos Vital, enquanto a segunda ficou a cargo de Ruy Ramos, assessor especial do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI), autarquia federal que mantém e executa as políticas de Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (IBP-Brasil).

O coordenador da Câmara de Informática em Saúde destaca a importância do encontro: "o prontuário eletrônico encontra-se amplamente difundido no Brasil e rapidamente deve substituir o de papel. O fórum é o momento ideal para discussão sobre os parâmetros necessários que tragam garantias de uso adequado, de confidencialidade e de segurança aos médicos, mas, principalmente aos pacientes", ressalta Aldemir Soares. Ainda pela manhã, foram realizadas a conferência "Política de Compartilhamento de Informações", ministrada pela presidente da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS), Beatriz de Faria Leão, e Rodrigo Queiroga, administrador de Sistemas de Informações e associado da entidade.

No período da tarde, as atividades começaram com a mesa redonda "O acesso ao prontuário", coordenada pelo conselheiro federal Donizetti Dimer Giamberardino Filho, além das conferências sobre uso secundário do prontuário eletrônico, que teve como palestrantes o médico e padre Aníbal Gil Lopes, representando o CFM, além da apresentação sobre diretrizes de acesso ao prontuário, pelo vice-corregedor do CFM, José Albertino Souza.

Dando sequência ao evento, Joaquim José Fernandes da Costa Junior, do Departamento de Monitoramento e Avaliação do SUS, do Ministério da Saúde, apresentou a conferência sobre a informatização das Unidades Básicas de Saúde brasileiras. O evento foi encerrado com um debate entre os participantes do encontro, coordenado pelo corregedor do CFM, José Fernando Maia Vinagre. 

Confira fotos do evento aqui.

 

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner