Equipe do Saeme

Uma equipe de avaliadores da World Federation for Medical Education (WFME), organismo mundial que reúne instituições de ensino médico, em visita ao Brasil, elogiou a plataforma eletrônica que permite o preenchimento online do instrumento de avaliação do Sistema de Acreditação de Escolas Médicas (Saeme).

A equipe de visitantes era formada por Anne Keane, assessora da WFME e da OMS (Organização Mundial da Saúde); Barbora Hrabalová, secretária da WFME; e por John R. Boulet, vice-presidente da FAIMER (Foundation for Advancement of International Medical Education and Research), organização criada nos Estados Unidos e que tem como escopo a formação e qualificação de professores para os cursos de medicina.

O instrumento, fruto do trabalho desenvolvido pela Comissão de Acreditação do Saeme e a área de TI (tecnologia da informação) do Conselho Federal de Medicina, foi classificada como uma das mais modernas do mundo dedicada à acreditação, segundo John R. Boulet, da FAIMER.

O Saeme, agência acreditadora de escolas médicas brasileiras, é um projeto brasileiro, capitaneado pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) e pela Associação Brasileira de Educação Médica (Abem), que se propõe a certificar a qualidade das escolas médicas brasileiras, baseadas em padrões internacionais e contextualizados. Esse processo contribui para o aprimoramento da oferta de ensino, direcionando uma autoavaliação institucional aos cursos de graduação de medicina brasileiros, favorecendo a identificação de áreas ou aspectos de excelência educacional e de áreas que necessitem de aprimoramento.

Fernanda Magalhães Arantes Costa, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), e membro da equipe técnica do Saeme, explica que a autoavaliação é composta por cinco os domínios verificados e abordados pela plataforma eletrônica: gestão educacional, programa educacional, corpo docente, corpo discente e ambiente educacional.

Esses domínios se apresentam em 80 subdomínios aos quais o respondente se declara suficiente ou insuficiente, gerando na instituição avaliada uma ampla discussão junto ao seu corpo social. Para cada um destes subdomínio ainda se faz necessária uma justificativa de sua resposta, com análises críticas e a apresentação de documentos/evidências.

A análise dessas informações é feita pela Comissão de Acreditação do Saeme e por uma equipe de avaliadores, que após a visita in loco, oferecem uma devolutiva à instituição de ensino e seu parecer final.

Todo o processo se dá via plataforma eletrônica, com acesso controlado por meio de senha individual, o que garante plena segurança e legitimidade ao processo.

Saiba mais em saeme.org.br/

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.