Novos editais são voltados para profissionais e gestores e possibilitam chamamento de profissionais para trabalhar no interior do estado. O quantitativo de vagas para seleção foi definido a partir das vagas desocupadas e considerados os pedidos de ampliação dos municípios

 

O Ministério da Saúde anunciou hoje (26/01), a publicação de mais dois editais do Programa Mais Médicos para o Brasil. O Edital nº 2 é voltado para profissionais que atuarão no atendimento de casos leves de síndrome gripal e Covid-19 nas Unidades Básicas de Saúde. O Edital nº 3 orienta gestores que queiram renovar adesão ou contratar os eleitos no novo chamamento.

lista com municípios elegíveis será públicada no site do nessa quarta-feira (27/01). Já as inscrições para profissionais serão abertas na quinta-feira (28/01).

Todas as informações e cronogramas estão disponíveis no endereço eletrônico http://maismedicos.saude.gov.br

O anúncio de mais contratações foi feito pelo secretário de Atenção Primária à Saúde,  Raphael Parente, na sexta-feira (22/01), durante reunião com prefeitos, representantes de prefeituras do interior do estado e o secretário executivo adjunto de Atenção ao Interior da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), Cássio Espírito Santo.

Fruto de parceria, diálogo constante e alinhamento entre governo federal e Secretaria Estadual de Saúde (SES-AM), a ação vai contemplar municípios do interior amazonense. “Precisamos reforçar e melhorar o acesso à saúde em todos os municípios do estado para não sobrecarregar a capital. Assim, concentraremos esforços naqueles pacientes que mais precisam de cuidado especializado e intensivo. Para fortalecer a APS, abrimos um primeiro edital para Manaus, convocando 108 médicos. Abrimos  exatamente o quantitativo que o prefeito pediu”, garantiu Raphael Parente, dirigente da Secretaria da Atenção Primária à Saúde (Saps).

A necessidade de ampliação do Mais Médicos nos municípios do interior do Amazonas foi um dos temas tratados na reunião técnica. Foi considerado também o porte populacional, a quantidade de casos novos e óbitos por covid-19, de modo a ampliar o provimento de médicos para os demais municípios amazonenses. Com esses dados em mãos, a Saps elaborou o novo edital, contemplando a população fora do eixo da capital manauara.

As equipes do Ministério da Saúde estão no Amazonas há 20 dias, somando esforços em diversas frentes de atuação no enfrentamento da pandemia. A iniciativa de contratação dos médicos aconteceu com base na análise do cenário local. Esse diagnóstico técnico detectou que a principal deficiência no Amazonas, no contexto da pandemia, é a falta de médicos. Assim, a Saps solicitou abertura de editais emergenciais para provimento desses trabalhadores.

A estratégia de contratação amplia o número de profissionais para atuar na Atenção Primária à Saúde, fortalecendo o primeiro nível de cuidado no enfrentamento da emergência em saúde pública provocada pela pandemia do coronavírus, garantindo mais atendimento a quem mais precisa.

Com reforço da mão de obra médica, a oferta de mais ações e serviços fortalece a integralidade na promoção da saúde e a organização dos serviços prestados nas unidades de saúde. Isso quer dizer que a população vai buscar atendimento e conseguir ser avaliada por uma equipe de saúde qualificada.

Mais Médicos para o Brasil 

O Mais Médicos para o Brasil é responsável pelo provimento de aproximadamente 16.500 profissionais médicos distribuídos em todo o território brasileiro nas Unidades Básicas de Saúde . Atualmente, cerca de 396 médicos trabalham na Atenção Primária no interior do Amazonas por meio do Programa. Ao final do edital, espera-se que 429 profissionais atuem no interior do estado.

Como cadastrar ou solicitar médico para sua região? 
Foram pensados dois passo a passos que buscam auxiliar profissionais na hora do cadastramento e  gestores que queiram solicitar médicos para seus quadros de funcionários da APS. Confira-os abaixo.

Gestores

Fonte: Ministério da Saúde.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.