seminarioacriancasdesaparecidasmanausO Conselho Federal de Medicina (CFM) quer chamar a atenção da categoria médica e da população para um problema que é nacional: cerca de 50 mil crianças desaparecem por ano no país. Com apoio do Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas (Cremam), o CFM realiza, no dia 31 de julho, o III Seminário sobre Crianças Desaparecidas.
 
O estado do Amazonas foi escolhido pelo CFM por ser considerado uma rota de tráfico humano. A Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu 30 de Julho como o Dia Internacional da Luta contra o Tráfico de Pessoas, e com a nova Lei brasileira 13.344/16 a data é lembrada como Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Seres Humanos.
 
De acordo com dados compilados pelo CFM, estima-se que, no mundo, o total de casos de desaparecimento de crianças e adolescentes chega a 25 milhões. “O número de desaparecidos é muito maior do que as pessoas imaginam. Por isso é tão importante que os profissionais notifiquem qualquer tipo de violência que podem indicar uma situação irregular. Defendemos o lugar dos médicos junto à população”, ressaltou Ricardo Paiva, membro da Comissão de Ações Sociais do CFM.
 
A programação do encontro destaca a palestra “A implementação dos Plids no Brasil” com a promotora de Justiça e coordenadora do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (Plid) do Ministério Público de São Paulo, Eliana Vendramini. “Há tanto por fazer em temática tão séria, mas historicamente relegada pelo direito brasileiro. É preciso uma união de esforços diante de situação tão desesperadora”, relata a promotora.
 
Participação – Na ocasião, os participantes serão convidados a debaterem por políticas públicas no setor e a aderirem ao abaixo-assinado em defesa da efetivação do Cadastro Nacional de Crianças e Adolescentes Desaparecidos. O evento começará às 9h no Auditório do CRM, localizado na Av. Senador Raimundo Parente, 6 – Pça. Walter Góes – Alvorada, Manaus (AM).
 
O III Seminário sobre Crianças Desaparecidas é aberto a comunidade, profissionais da saúde e entidades representativas. A participação do Seminário é gratuita e para garantir a vaga o interessado deve preencher formulário específico no site www.eventos.cfm.org.br.
 
 
SERVIÇO:
 
 
III Seminário sobre Crianças Desaparecidas
 
Data: 31 de julho
 
Horário: de 9 às 13h
 
Local: Sede do Cremam – Av. Senador Raimundo Parente, 6 – Pça. Walter Góes – Alvorada – Manaus
 
Inscrições gratuitas: www.eventos.cfm.org.br
 
 
 
PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR:
 
 
PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR:
 
9h – Abertura
Henrique Batista e Silva – secretário-geral do Conselho Federal de Medicina (CFM)
 
​José Bernardes Sobrinho – presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Amazonas (Cremam)
 
Eliane Ferreira da Silva – Secretária de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania, representando o Governador Amazonino Mendes
 
9h30 – Palestra “O problema e os números do desaparecimento”
Ricardo Paiva – Comissão de Ações Sociais do CFM
 
9h50 – Palestra “A implementação dos Plids no Brasil”
Eliana Vendramini– Promotora de Justiça e coordenadora do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (Plid)do Ministério Público de São Paulo
 
10h10 – Exposições:
 
Visão da Sociedade de Pediatria – Elena Marta, presidente da Sociedade Amazonense de Pediatria
 
Visão da Polícia Civil do Estado – Dra. Joyce Viana, Delegada Titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente 
 
Visão do Ministério Público do Estado – Procurador-Chefe da República Dr. Edmilson da Costa Berreiros Júnior
 
Visão da Sociedade Civil – mãe da Cínthya Gama Pereira (desaparecida desde 05/10/2016), Cristiana Batista da Gama
 
11h – Debates
 
12h30 – Encerramento e Proposições
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.