visitacrmtoO presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Carlos Vital, acompanhado de conselheiros federais e da diretoria do Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO), apresentou para imprensa, nesta quarta-feira (13/06), um levantamento sobre a saúde do Tocantins. Financiamento da saúde, a incompetência da gestão pública, entre outros pontos foram assuntos comentados por Vital durante a coletiva.
 
O levantamento do CFM mostrou que o Tocantins possui 5.886 de pessoas na fila de espera para cirurgias eletivas pelo SUS. O Estado mais jovem da federação gasta em média R$ 2,12 ao dia na saúde por habitante, somando um total ano de R$ 764,22. Dos 139 município, apenas 43 possuem leitos de internação e apenas três (Palmas, Araguaína e Gurupi) possuem leitos de UTI. Os dados mostram também que o estado tem alto índice de óbitos por câncer.
 
A presidente do CRM-TO, Jussara Martins Oliveira, ressaltou que a “ambulancioterapia” colocar os pacientes em ambulâncias e levar para os hospitais maiores não resolve o problema, “a solução seria ativar os hospitais do interior”.
 
Visitas – Após a coletiva os representantes do CFM e CRM-TO visitaram os principais hospitais do Estado, Hospital Geral de Palmas (HGP) e Hospital e Maternidade Dona Regina. A comitiva se dividiu e o presidente do CFM, Carlos Vital, acompanhado dos conselheiros Celso Murad, Henrique Silva, Mauro Ribeiro e Nemésio Tomasella, esteve no HGP. Já o grupo formado pela presidente do CRM-TO, Jussara Martins, na companhia dos conselheiros, José Hiran Gallo, Jecé Brandão e Lúcia Caetano, foi ao Dona Regina. 
 
 
Fonte: CRM-TO
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.