Médicos da região ibero-americana, latino-americana e do Caribe se reúnem de 22 a 24 de março, em Tegucigalpa, Honduras, em assembleia extraordinária, para discutir trabalho médico, violência e formas de revalidação de diplomas.
 
Trata-se de evento da Confederação Médica Latino-Ibero-Americana e do Caribe (Confemel) que reúne as principais entidades médicas e de integração da região latino-americana e do Caribe (como Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Honduras, México, Uruguai e Venezuela, por exemplo), além de representantes ibero-americanos (Portugal e Espanha).
 
O presidente da confederação e também conselheiro do Conselho Federal de Medicina (CFM), Jeancarlo Fernandes Cavalcante, frisou que pela primeira vez o encontro acontecerá em Honduras, país marcado pela violência, que acaba atingindo médicos. 
 
De acordo o Fórum Econômico Mundial, as cidades latino-americanas estão entre as mais desiguais do planeta – dez entre as quinze mais desiguais do mundo são da região. Cidades de Honduras (San Pedro Sula e Distrito Central), México (Acapulco de Juárez e Chilpancingo de los Bravo), El Salvador (San Salvador e Soyapango) e Guatemala estão entre as mais violentas do globo.
 
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.