Codame debateu protocolo sobre coworking em saúdeA Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos (Codame) e a Câmara Técnica de Clínica Médica reuniram-se nesta quinta-feira (28) para debater temas relacionados às duas áreas. Assuntos como coworking em saúde e publicidade médica e os três anos para a formação do especialista em clínica médica foram alguns dos pontos abordados nas duas reuniões.

Na reunião dessa quinta-feira, a Codame respondeu a mais de dez questionamentos protocolados no Conselho Federal de Medicina (CFM) sobre temas variados, como a necessidade de instalação de comissões de ética em clínicas filiadas a uma instituição maior, a oferta de testes genéticos em promoções de Black Friday e a necessidade, ou não, de diretor técnico em espaços de coworking em saúde.

“Alguns questionamentos são mais simples de responder, como por exemplo, nessa questão do coworking, na qual respondemos que os consultórios disponíveis nesses espaços devem atender ao que estabelece a Resolução CFM nº 2153/16, que trata das regras de fiscalização e estabelece os equipamentos mínimos para cada especialidade. Mas outros protocolos exigem uma discussão maior e consulta a várias legislações”, explicou o coordenador da Codame, corregedor José Fernando Maia Vinagre. Os participantes da reunião também decidiram sugerir ao plenário do CFM a revisão da Resolução CFM nº 1.974/11, que trata da publicidade médica.

Participaram dessa reunião: José Fernando Maria Vinagre, Rodrigo Costa Aloe, Rodrigo d’Eça e Tomaz Barbosa Isolan.Clínica médica planeja campanha publicitária de valorização da especialidade

Clínica médica – A realização de uma campanha publicitária para explicar à sociedade sobre o que faz e a importância do médico clínico foi uma das deliberações da reunião da Câmara Técnica de Clínica Médica realizada nesta quinta-feira (28). “Infelizmente há uma desinformação por parte da sociedade e até de instituições médicas sobre o papel desempenhado pelo médico clínico, ou internista, como é conhecido em outros países. Queremos mostrar o importante papel que desempenhamos”, afirmou a coordenadora-adjunta da Câmara Técnica, Maria do Patrocínio Tenório Nunes.

A Câmara Técnica também deliberou que vai solicitar à presidência do CFM que seja encaminhado pedido de reunião com o ministro da Saúde. “Queremos mostrar a importância do médico clínico para o cuidado do adulto no sistema de saúde”, explicou Maria do Patrocínio. A Câmara Técnica também vai pedir, por meio do CFM, uma reunião com a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) para tratar da redefinição das competências do médico clínico e dos três anos para os programas de Residência Médica na especialidade.

A reunião contou com a participação de Aécio Flávio Teixeira de Góis, Carlos Roberto Seara Filho, Daniel Franci, Edisom Brum, Fernando Staresta, Kátia Vencato Piazi, Márcio Fernando Spagnóli, Maria do Patrocínio Tenório Nunes, Roque Pacheco de Almeida e Tereza Cristina de Brito Azevedo.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.