Não há evidências sobre qualquer medicamento ou substância alternativa com finalidade de prevenir o contágio pelo coronavírus. A afirmação é do Conselho Federal de Medicina (CFM), que nesta semana divulgou nota refutando o uso de supostos métodos de prevenção e tratamento da Covid-19.

De acordo com o CFM, os únicos métodos de prevenção à contaminação com reconhecimento científico são as medidas de restrição de contato social, uso de máscaras e reforço à higienização.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA:

 

ESCLARECIMENTO AOS MÉDICOS E A POPULAÇÃO

Orientação do CFM sobre prevenção e tratamento da Covid-19

 

Diante da circulação de informações, especialmente em redes sociais e grupos de discussão, sobre o uso de supostos métodos de prevenção e tratamento do novo coronavírus (Covid-19), o Conselho Federal de Medicina (CFM) alerta que, até o momento:

  1. Os únicos métodos de prevenção à contaminação pelo coronavírus com reconhecimento científico são as medidas de restrição de contato social, uso de máscaras e reforço à higienização, como lavagem frequente das mãos e o uso de álcool gel;
  2. Não há evidências sólidas na literatura científica a qualquer medicamento ou substância alternativa com finalidade de prevenir o contágio pelo coronavírus, o que inclui produtos como vinhos, cafés, chás e outros tipos de bebidas ou alimentos. 

Brasília, 17 de junho de 2020.

 

CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.