O ex-conselheiro também foi reitor da Universidade Estadual de Montes Claros

 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) lamenta a morte do patologista José Geraldo de Freitas Drumond, ex-integrante do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais (CRM-MG), onde exerceu as funções de delegado regional de Montes Claros (1998 a 2003) e vice-corregedor (2003 a 2006). 

O médico faleceu na madrugada desta terça-feira (29), na Santa Casa de Montes Claros, devido a complicações decorrentes de um acidente vascular cerebral. O corpo do ex-reitor foi velado no auditório do prédio 6 do Campus Universitário da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

Drumond, que também foi reitor da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) entre abril de 1998 a dezembro de 2002, dirigiu a entidade no processo de transformação da antiga Fundação Norte Mineira de Ensino Superior (FUNM). 

Trajetória – Natural do município de Barra Longa – região Central de Minas Gerais –, Geraldo Drumond graduou-se em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais no início da década de 1970. Logo depois, mudou-se para Montes Claros. Com doutorado em Ciências do Desporto pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (Portugal), ele foi professor de Medicina Legal, Ética e Bioética da Unimontes. Atuou ainda como professor do mestrado em Medicina Forense da Universidade de Valência (Espanha).

O ex-reitor também foi presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), presidiu a Sociedade Iberoamericana de Direito Médico e a Associação Brasileira de Direito Médico e da Saúde (Adimes). José Geraldo teve vários livros publicados e fazia parte do Conselho Editorial da Editora Unimontes.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.