A paralisação e greve dos residentes do âmbito municipal do Rio de Janeiro foi um dos principais temas da reunião da Comissão de Integração do Médico Jovem do Conselho Federal de Medicina (CFM), nesta terça-feira (9), em Brasília (DF).

O movimento, motivado principalmente pelos atrasos nos pagamentos das bolsas e precariedade das condições de funcionamento dos programas, foi discutido por mais de 20 presentes, incluindo representantes do Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina (DENEM), Associação Nacional de Médicos Residentes (ANMR), associações de médicos residentes de vários Estados, conselhos regionais de medicina (CRMs) e conselheiros e diretores do CFM, que manifestaram apoio à iniciativa.

Segundo a Associação dos Médicos Residentes do Estado do Rio de Janeiro (AMERERJ), a primeira mobilização ocorrerá em frente ao Hospital Souza Aguiar às 8h30 do dia 12/01/2018, e seguirá em passeata em direção ao prédio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Também foi definido o local e data da próxima edição do Fórum Nacional de Integração do Médico Jovem, cuja programação já está sendo preparada pela comissão. Será em São Paulo (SP), nos dias 25 e 26 de julho. Deverá constar na pauta importantes temas para esse grupo etário (até 39 anos) como residência médica, qualidade dos cursos de Medicina e Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem), entre outros tópicos.

Acompanhe os desdobramentos dos trabalhos desta comissão e dos detalhes sobre o Fórum Nacional de Integração do Médico Jovem em: https://portal.cfm.org.br

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.