A classe médica perdeu nesta quarta-feira (16) a sanitarista e doutora em bioética Regina Parizi. O Conselho Federal de Medicina (CFM), em nome dos cerca de 500 mil médicos brasileiros, solidariza-se com seus familiares e inúmeros amigos neste momento de dor.

Regina Parizi foi a primeira mulher a presidir o Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), entre 1993 a 1995, e representou São Paulo no CFM na gestão 1994-1999, período em que ocupou a 3ª vice-presidência. Ela foi uma das precursoras do ensino da bioética no país, tendo participado, em 1995, da criação da Sociedade Brasileira de Bioética (SBB), entidade que presidiu de 2013 a 2017.

Reconhecida pela sua garra, Regina Parizi defendia ardorosamente um olhar humanizado para o paciente. Paulista de Bededouro (SP), formou-se na Universidade Federal de Uberlândia, em 1979, fez mestrado em Saúde Pública na USP (1991) e doutorado em Bioética na Universidade de Brasília – UnB (2013). Ultimamente, atuava como médica do Centro de Desenvolvimento de Ensino e Pesquisa do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (IAMSPE).

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.