Objetivo é regularizar integrantes do SESMT, que têm até dezembro de 2018 para obter o título de especialista em Medicina do Trabalho

A Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT) divulgou o edital da 44ª Prova de Título de Especialista em Medicina do Trabalho. Em caráter especial, este exame é voltado para médicos que atuam no Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT). De acordo com a Portaria nº 2018/2014 do Ministério do Trabalho e Emprego, os integrantes do SESMT têm até dezembro de 2018 para obter o título de especialista em Medicina do Trabalho. Para apoiar estes profissionais em sua regularização, a Anamt, o Conselho Federal de Medicina (CFM) e a Associação Médica Brasileira (AMB) decidiram realizar esta prova específica.

A coordenadora da Câmara Técnica de Medicina do Trabalho do CFM, Rosylane Rocha, destaca a importância da iniciativa para regularizar a titulação dos médicos que atuam nos serviços. “O título de especialista é muito importante para o médico do trabalho. Ressalto que os médicos de SESMTs de instituições públicas, poderão fazer a prova, caso atendam os pré-requisitos do Edital”, aponta a conselheira.

Atualmente, há no Brasil 1,3 mil médicos atuantes no SESMT sem especialização na área. Com o objetivo de facilitar o acesso dos profissionais interessados, a Anamt irá aplicar a prova simultaneamente em quatro cidades: Brasília (DF), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP). O exame é composto de prova teórica e prática, a serem realizadas nos dias 26 e 27 de maio. As informações sobre a prova estão disponíveis no edital. A Anamt também disponibilizou em seu site um documento de Perguntas Frequentes da XLIV Prova de Título de Especialista, com informações sobre quais profissionais podem prestar o exame. Acesse aqui o questionário.

As inscrições estão disponíveis até 26 de fevereiro na página da Associação Nacional.

 

Com informações da ANAMT

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.