O Conselho Federal de Medicina (CFM) encaminhou na tarde desta terça-feira (20) carta ao presidente da República eleito Jair Bolsonaro cumprimentando-o pela escolha do deputado federal Luís Henrique Mandetta para o cargo de Ministro da Saúde.
 
No documento a autarquia afirma que Mandetta é um médico com condições de coordenar em nível nacional as ações da Pasta na condução de suas políticas e programas. No texto, o CFM diz esperar que seja inaugurado um canal de diálogo entre o Governo e a categoria médica, por meio de suas entidades de representação.”O CFM se coloca à disposição para colaborar com a construção de um sistema de saúde mais justo e solidário, orientado por compromissos com a ética e a vida”.
 
Leia a seguir o ofício encaminhado ao presidente da República eleito:
 
 
 
 
 
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.