O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nota nesta quarta-feira (4) criticando a retomada da abertura indiscriminada de escolas médicas patrocinada pelo Governo Federal. “Essa decisão, repudiada veementemente pelo CFM, expõe o paciente e seus familiares ao risco de atendimento por profissionais que não receberam formação adequada”, afirmou a Autarquia.

Na avaliação do CFM, sem acesso à infraestrutura mínima, o candidato a médico fica privado de ferramentas para sua capacitação. A abertura de edital por parte dos ministérios da Educação e da Saúde autorizando novos cursos de medicina compromete a qualidade, eficácia e segurança da assistência em saúde em todo o País. Para a entidade, esse cenário apresentará uma alta fatura a ser paga pelo País com a saúde e a vida de seus cidadãos.

No nota, o CFM ressaltou ainda que 80% das escolas médicas já existentes não cumprem pelo menos um dos critérios mínimos para a boa formação do estudante e lamentou que um tema tão complexo tenha sido tratado ao arrepio dos apelos da Autarquia e de outras entidades médicas. “Em lugar de anúncios midiáticos e de apelo popular, cabe ao Governo criar políticas públicas para valorização dos médicos e profissionais da saúde”, finalizou.

Clique aqui para ter acesso ao documento.

 

Flickr Youtube Twitter LinkedIn Instagram Facebook
Освежите свой азарт с казино Вавада! Перейдите на зеркало официального сайта Вавада. Здесь вы найдете уникальные игры и выгодные бонусы, которые увеличат ваш шанс на большие выигрыши.
Library zlib
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.