A eleição para ocupar cargos de membros titulares e suplentes dos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) em todo o País, realizada nos dias 14 e 15 de agosto, foi sucesso de transparência, participação, celeridade e segurança. Nunca tantos médicos participaram de um pleito desse tipo que, pela primeira vez na história, aconteceu totalmente pela internet. Dados mostram um número recorde de votantes: foram 397 mil médicos-eleitores que fizeram valer sua vontade nas urnas digitais.

CONFIRA O RESULTADO DAS ELEIÇÕES CRMs 2023, POR ESTADO.

Em menos de hora e meia após o fechamento da plataforma pela qual os médicos puderam votar, o que ocorreu às 20h desta terça-feira, o País já conhecia o resultado da votação para os CRMs dos 26 estados e do Distrito Federal. “Para aqueles que não acreditavam ser possível realizar eleições totalmente pela internet, num processo seguro e transparente, fica uma lição: com trabalho e planejamento, os sonhos podem ver a luz do dia e mudar realidades”, resumiu o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), José Hiran Gallo.

Convergência – Em seu discurso na cerimônia de encerramento do processo eleitoral, ele lembrou que, finalizada a votação, todos deveriam continuar buscando a convergência em função de temas de interesse da profissão, dos médicos e da população. “Vamos celebrar o que nos une, o que nos coloca no caminho da ética e da justiça. É isso que o País espera de todos nós”, declarou.

José Hiran Gallo agradeceu aos médicos brasileiros pela participação recorde e aos candidatos que participaram do pleito. Segundo ele, os dias 14 e 15 de agosto de 2023 são marcos para a história dos conselhos de medicina do País, definindo um novo paradigma para o movimento médico nacional e para o futuro da saúde do País.

“Estou realmente emocionado diante da grande festa da democracia que pudemos acompanhar”, ressaltou o presidente do CFM. Esse sentimento vem da expectativa com relação a esse pleito. Pela primeira vez na história, mais de 512 mil médicos tiveram a oportunidade de exercer o direito do voto pela internet, escolhendo os nomes daqueles que vão liderar os conselhos regionais de medicina entre 2023 e 2028. Desses, 397.941 (77,66%) votaram ontem e hoje, ou seja, apenas 114.502 (22,34%) não votaram.

Marco histórico – Para o presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), La Hore Corrêa Rodrigues, a eleição foi um marco histórico da medicina, tanto pela tecnologia implementada quanto pela segurança, e destacou que não houve qualquer intercorrência durante o processo que culminou com a apresentação dos resultados. De acordo com ele, a eleição foi um grande sucesso: “rápida, transparente e segurança”.

O observador convidado pelo CFM para acompanhar o pleito Fernando Teixeira Abdala, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), foi enfático ao afirmar que a eleição foi verdadeiramente correta e que deveria servir de exemplo para outros conselhos profissionais e entidades representativas. “O CFM se torna vanguarda da democracia. O pleito foi moderno e muito correto”, disse. O mesmo entendimento foi expresso pelo responsável pela empresa de auditoria que acompanhou todas as etapas.

O auditor Fernando de Pinho Barreira declarou que não houve registro de incidentes durante todo o processo e que foi concluída a segunda fase de auditoria, registrando, sempre com validade forense, “a disponibilidade absoluta do processo eleitoral”. Na sua avaliação, houve muito cuidado do sistema de conselhos de medicina com essa eleição, que contou com participação significativa dos eleitores.

Gratidão – A transmissão da solenidade de encerramento do processo eleitoral dos CRMs de todo o País, que teve 1h28min de duração, contou com uma audiência, ao vivo, de cerca de cinco mil pessoas nas plataformas digitais e redes sociais do CFM. Após as primeiras horas em que o vídeo foi postado, somente no YouTube houve quase 25 mil visualizações.

Diante do sucesso da realização do pleito, o presidente do CFM, José Hiran Gallo, destacou a atuação das equipes da Autarquia envolvidas no processo, especialmente das áreas de tecnologia da informação, jurídica, administrativa e de comunicação, além do apoio do plenário da Casa e da secretária-geral, Dilza Ambrós, e do 1º secretário, Hideraldo Cabeça.

“Meu muito obrigado também ao presidente da Comissão Nacional Eleitoral, doutor La Hore Corrêa Rodrigues, e aos outros integrantes e assessores desse grupo. Gratidão também aos responsáveis pelas Comissões Regionais Eleitorais, que foram firmes e coerentes em suas decisões. Juntamente com suas equipes, todos demonstraram que o CFM é uma casa que busca a excelência, pois é isso que entregamos ao País: uma eleição exemplar”, concluiu.

Flickr Youtube Twitter LinkedIn Instagram Facebook
Освежите свой азарт с казино Вавада! Перейдите на зеркало официального сайта Вавада. Здесь вы найдете уникальные игры и выгодные бонусы, которые увеличат ваш шанс на большие выигрыши.
Library zlib
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.