Uma análise sobre as vistorias realizadas pelos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs) em 42 mil estabelecimentos de saúde nos últimos 6 anos, com a exigência do respeito aos critérios mínimos para garantia da qualidade da assistência; e a avaliação dos médicos sobre os atendimentos feitos a distância no Brasil são os principais destaques da edição nº 317 do jornal Medicina. O levantamento do Conselho sobre as ações de fiscalização apontou a falta de insumos básicos justamente quando se dá a maior crise sanitária e hospitalar da história do país.

Além da análise sobre as inspeções nos serviços de saúde, a edição traz como manchete de capa a pesquisa do Conselho sobre a percepção dos profissionais a respeito do uso da telemedicina na assistência em saúde no País. De acordo com o 1º vice-presidente do CFM e coordenador da Comissão Especial que estuda o tema, Donizetti Giamberardino Filho, a intenção foi “compreender como os médicos estão fazendo uso dessa ferramenta e quais suas expectativas quanto à nova regulamentação da prática”, aponta o diretor.

Revalida – Outro destaque é a decisão do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), que suspendeu os efeitos da lei estadual que permitia a contratação de pessoas formadas em medicina no exterior sem aprovação no exame Revalida. O tema é tratado também na coluna Palavra do Presidente. O artigo de Mauro Luiz de Britto Ribeiro ressalta a importância do exame como instrumento de avaliação. “É uma das bandeiras dos Conselhos de Medicina, que enxergam nesse conjunto de provas uma regra que traz segurança aos pacientes”, aposta o presidente.

Essas e outras informações estão no jornal Medicina nº 317. A edição está disponível na plataforma eletrônica CFM Publicações. ACESSE AQUI.

 

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.