O Conselho Federal de Medicina (CFM) encaminhou nesta sexta-feira, 5 de fevereiro, ofício para o Ministro de Estado da Saúde, Eduardo Pazuello, pedindo que sejam garantidas vacinas contra covid-19 para todos os 500 mil médicos brasileiros.

Entre os argumentos, o CFM reforça que, independentemente do local de atuação (hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais), todos os médicos registrados nos Conselhos de Medicina atendem a milhões de brasileiros adoecidos pela covid-19 ou portadores assintomáticos da doença, sendo imprescindível que estejam devidamente amparados no plano de priorização.

No documento, o CFM ainda chama atenção para o levantamento que mostra que até 31 de dezembro de 2020 um total de 516 médicos morreram em decorrência da contaminação pelo coronavírus. “Com este dado, calcula-se que a taxa de mortalidade entre a população médica é quase 10% maior do que na população geral”, pontuou.

Acesse a íntegra do documento em PDF

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.