O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nota nesta quinta-feira (21) defendendo que o Supremo Tribunal Federal (STF) transfira o julgamento sobre a descriminalização do aborto para o seu plenário presencial.

A análise da ação por parte dos ministros da Corte está prevista para começar à meia noite de sexta-feira (22), de modo virtual. No entanto, para o CFM, diante da importância do tema, o julgamento deve ser remetido para a avaliação do plenário presencial, com possibilidade de manifestação oral de entidades e especialistas sobre diferentes aspectos da questão.

“Sem isso, a apreciação da matéria na forma virtual, como proposto, impede debate mais amplo sobre assunto diretamente ligado ao direito à vida, ao direito reprodutivo e às políticas públicas de saúde”.

Na nota, o CFM reforça ainda o seu posicionamento na defesa do cumprimento da legislação brasileira, que permite a realização do aborto apenas em casos previsto em lei (estupro, risco à vida da gestante, diagnóstico de anencefalia).

LEIA ABAIXO A NOTA NA ÍNTEGRA OU CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO AO DOCUMENTO:

Flickr Youtube Twitter LinkedIn Instagram Facebook
Освежите свой азарт с казино Вавада! Перейдите на зеркало официального сайта Вавада. Здесь вы найдете уникальные игры и выгодные бонусы, которые увеличат ваш шанс на большие выигрыши.
namoro no brasil
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.