Escrito por Sebastião Aires de Queiroz*

É verdade da ciência
A sofrida dependência
Que provoca a nicotina.
Servidão que é biológica,
Química e psicológica,
Como a do álcool/cocaína.

Quem quer deixar de fumar,
Desse vício se livrar,
Tem que ter muita coragem.
Mas, para quem, nesta vida,
É pessoa destemida,
Nessa luta tem vantagem.

Que de nada e de ninguém,

Seja você um refém,

Submisso ou vil escravo.

Pra enfrentar a nicotina,

Causa de tanta ruína,

Seja audacioso bravo.

“Síndrome de Abstinência”
Impõe séria obediência
A seu servo, que é o fumante.
Mas não ceda à imposição
Dessa tirana opressão,
De jugo tão torturante.

Gera irritabilidade
Nervosismo, ansiedade
Mau humor, agitação;
Reduz a concentração,
Causa insônia e depressão
E, de fumar, compulsão.

Mas o surto é traiçoeiro
É efêmero, passageiro,
Embora desconfortável.
Com firmeza e persistência,
Destemor e paciência,
Ele é sempre controlável.

Para dela se livrar,
Nunca fume ao despertar
Nem após qualquer comida.
Não tome muito café,
Evite cheirar rapé,
Beber alcoólica bebida.

Mantenha a boca ocupada
E sempre úmida, hidratada,
Tome leves refeições.
As substâncias picantes
E os líquidos estimulantes
São alvos de restrições.

Situações estressantes
Geram pretextos constantes
Para um cigarro fumar.
Mas, frente a esses suplícios,
Pense bem nos malefícios
Que o fumo pode causar.

Os esportes e exercícios,
Trarão muitos benefícios
Aos que deixam de fumar,
Que até ficam surpresos
Por não ter terem sobrepesos
Se o apetite melhorar.

Fique longe de quem fuma,
E de seu convívio suma,
Nunca cedendo à atração
A que um cigarro conduz,
E no ex-fumante produz
Sedutora tentação.

Falando com realismo,
Pra vencer o tabagismo
Muitos precisam de ajuda
De uma equipe bem formada,
Dedicada e bem treinada
Que este assunto sempre estuda.

* É médico da USF – Mang, VII – “C”) queirozayres@uol.com.br

* As opiniões, comentários e abordagens incluidas nos artigos publicados nesta seção são de inteira responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, o entendimento do Conselho Federal de Medicina (CFM).


 * Os textos para esta seção devem ser enviados para o e-mail imprensa@portalmedico.org.br, acompanhados de uma foto em pose formal, breve currículo do autor com seus dados de contato. Os artigos devem conter de 3000 a 5000 caracteres com espaço e título com, no máximo, 60.


* Os textos para esta seção devem ser enviados para o e-mail imprensa@portalmedico.org.br, acompanhados de uma foto em pose formal, breve currículo do autor com seus dados de contato. Os artigos devem conter de 3000 a 5000 caracteres com espaço e título com, no máximo, 60.
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.