Rede dos Conselhos de Medicina
DIANTE DO CAOS Imprimir E-mail
Ter, 13 de Agosto de 2002 21:00
Diante do Caos O caos na saúde pública do Distrito Federal está na mira da Promotoria dos Usuários dos Serviços de Sáude (ProSus). Em entrevista à AMBr Revista, o promotor titular do ProSus, Jairo Bisol, diz que está sendo estudada a possibilidade de mover uma ação civil pública para obrigar o GDF a repensar a aplicação das verbas. "Queremos obrigá-lo, por exemplo, a abdicar dos gastos com publicidade enquanto faltar remédios e serviços de saúde à população", afirma Bisol. As causas do desabastecimento estão sendo investigadas pelo ProSus. Para o promotor, o GDF não demonstra a vontade política necessária para deslocar recursos de outras áreas menos relevantes, como publicidade e obras, para aplicação na saúde pública. "Presenciamos o GDF desviar R$ 40 milhões do Fundo de Saúde do Distrito Federal para a construção da terceira ponte do Lago Sul, no início deste ano, com o aval da Câmara Distrital. Esta verba era destinada à obras de saneamento básico", lembra Jairo Bisol. Ele acredita que ou o GDF ignora a trágedia do desabastecimento, que atinge níveis insuportáveis, castigando particularmente a população pobre, cuja saúde depende exclusivamente da rede, ou age de má-fé, preocupado apenas em manter a imagem política.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner