Rede dos Conselhos de Medicina
II Encontro Luso-Brasileiro de Bioética Imprimir E-mail
Seg, 28 de Outubro de 2002 21:00
O Conselho Federal de Medicina realiza nesta quarta-feira, dia 30/10, em sua sede, em Brasília, o II Encontro Luso-Brasileiro de Bioética. A versão brasileira do evento abordará o ensino da bioética e a reprodução humana assistida. O II Encontro Luso-Brasileiro de Bioética é uma oportunidade ímpar para se conhecer melhor o desenvolvimento da bioética nos dois países e, sobretudo, para interagir com pensadores de renomado talento na produção literária da área. Cerca de 150 participantes dentre médicos, dentistas, veterinários, biólogos, advogados e estudantes das mais variadas áreas estão inscritos no Encontro. Programação terá Temas de Relevância MANHÃ Na abertura dos trabalhos, o tema em destaque será o ensino da bioética, com mesa-redonda sob coordenação do editor da Revista Bioética, Luiz Salvador de Miranda Sá Júnior e da Professora da Universidade de Açores, Maria do Céu Patrão Neves. Antes do debate com o plenário, dois expositores de cada país proferem palestra de 15 minutos cada: ? O Professor Walter Osswald centraliza sua fala no ensino da bioética; ? O Professor José Eduardo de Siqueira, da Câmara Técnica de Bioética do Conselho de Medicina do Paraná, falará sobre a experiência de ensino da bioética no curso superior; ? O Professor José Ribeiro da Silva abordará o ensino da Bioética nas faculdades de medicina; ? O Corregedor do CFM Roberto D’Ávila discorrerá sobre o ensino da bioética como proposta do CFM. A segunda mesa-redonda tratará da divulgação da bioética em nível de pós-graduação, também sob a coordenação de Maria do Céu Patrão Neves e Luiz Salvador Miranda Sá Júnior. Serão expositores: ? O Membro do Conselho Editorial da Revista Bioética Marco Segre, que abordará o ensino da bioética sensu lato; ? O Editor da Revista Bioética, Luiz Salvador Miranda, que falará sobra a Revista Bioética como um instrumento de educação continuada. TARDE No período da tarde, o tema em discussão será a reprodução humana assistida, com coordenação de Daniel Serrão e Edson de Oliveira Andrade, presidente do CFM. Andrade fará a exposição inaugural de 20 minutos sobre o estudo comparativo da Resolução CFM 1358/92 e dos projetos de lei em tramitação no Poder Legislativo. O médico Jorge Biscaia precede o debate com o plenário, abordando questões éticas associadas à fertilização humana assistida. Logo depois, acontece uma nova jornada de palestras de 20 minutos cada, permitindo um debate geral: ? A contribuição jurídica para a legislação sobre fertilização humana assistida será avaliada por um representante indicado pela OAB; ? O Estatuto do Embrião será tema da fala de Daniel Serrão; ? Os aspectos éticos do diagnóstico pré-natal estarão em análise pelo Professor Júlio Cézar Meirelles; ? As perspectivas jurídicas portuguesas e européias sobre fertilização humana assistida serão expostas por Guilherme de Oliveira. Para marcar o término dos trabalhos, a professora Maria do Céu Patrão Neves e o professor Mauro Prado fazem a apresentação do projeto Origem e Evolução da Bioética em Portugal e no Brasil: a Questão da Identidade.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner