Rede dos Conselhos de Medicina
Quem é o Médico Brasileiro? Imprimir E-mail
Qui, 22 de Agosto de 2002 21:00
O Conselho Federal de Medicina, CFM, deu início a elaboração da Pesquisa de Qualificação, Trabalho e Qualidade de Vida do Médico. O objetivo do órgão é traçar um perfil minucioso do médico brasileiro, conhecendo a estrutura e a dinâmica do exercício da medicina no Brasil. De acordo com o conselheiro Mauro Brandão, responsável pela coordenação da pesquisa, as informações que serão apuradas favorecerão os direcionamentos e as decisões que podem ser tomadas para a implementação de políticas e medidas que valorizem o trabalho deste profissional e promovam melhorias na qualidade de vida do médico. Para a realização do estudo, o CFM está contando com o apoio do Professor Valdiney Veloso Gouveia, da Universidade Federal da Paraíba, um craque em pesquisas, especialista em levantamento de dados e análise de resultados estatísticos. Segundo Gouveia, a proposta do CFM é bem simples, acessível e de fácil compreensão para todos os médicos. O questionário da pesquisa se apresenta o mais objetivo possível, para que o médico não gaste muito tempo para respondê-lo. Para facilitar o preenchimento do questionário, ele foi dividido em seis blocos. Assim, à medida que o médico for respondendo um bloco de perguntas, ele pode salvá-lo, para evitar a perda de dados e que ele tenha que digitar tudo novamente. Pesquisa On Line Segundo Mauro Brandão, a intenção do CFM é que todo o trabalho de coleta de dados seja feito pela Internet. O questionário da pesquisa vai estar disponível nos sites do CFM, CRM’s, AMB e demais associações e entidades médicas para facilitar o acesso do médico ao formulário que traz as perguntas. Brandão destaca que a adesão espontânea do médico para o preenchimento do formulário da pesquisa é essencial, e que não existem respostas certas ou erradas, o mais importante é conhecer a verdadeira opinião do médico sobre os temas propostos, por isso nenhum questionário será identificado. As informações iniciais de identificação servirão apenas para garantir o acesso às perguntas, depois, elas serão eliminadas automaticamente do bando de dados. A versão final da pesquisa que será apresentada aos médicos, será submetida à apreciação do plenário do CFM no início de setembro. A expectativa de Brandão é que, a partir de 15 de setembro, os médicos já possam estar acessando o formulário na Internet e iniciando o envio das respostas para o CFM. Dentro do planejamento de execução da pesquisa, os médicos têm até o dia 31 de dezembro para encaminharem suas respostas. Janeiro e fevereiro de 2003 estão reservados para a análise quantitativa e qualitativa dos dados. A previsão é que no I Encontro Nacional de Conselhos Regionais de Medicina de 2003, o CFM apresente um relatório preliminar, tornando públicas as primeiras impressões sobre a qualificação, o trabalho e a qualidade de vida do médico brasileiro.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner