Rede dos Conselhos de Medicina
Governo e Sociedade discutem Futuro das Ações de Prevenção e Assistência em HIV/AIDS Imprimir E-mail
Ter, 20 de Agosto de 2002 21:00
A Coordenação Nacional de DST e AIDS do Ministério da Saúde quer estimular a autonomia financeira e o fortalecimento político das Organizações da Sociedade Civil que trabalham com HIV/AIDS. Por isso, realiza de 19 a 21 de agosto o I Seminário Nacional de Sustentabilidade - AIDS e Sociedade Civil em Debate. O evento acontece no Hotel Parque dos Coqueiros, na Praia de Ataláia, em Aracajú/SE e vai reunir organizações da sociedade civil que tenham experiências bem-sucedidas quanto à sustentabilidade das suas ações em HIV/AIDS. “O investimento em sustentabilidade é importante para que as organizações não dependam apenas do Ministério da Saúde como fonte de recursos” afirma Cristina Câmara, responsável pela Unidade de Articulação com a sociedade civil e Direitos Humanos da Coordenação Nacional de DST e AIDS do Ministério da Saúde. Hoje, 80% dos recursos dessas organizações da sociedade civil que trabalham com HIV e AIDS vêm do Ministério da Saúde. Nos últimos quatro anos, a Coordenação Nacional de DST e AIDS ajudou a financiar quase 2 mil projetos de prevenção à AIDS e assistência às pessoas vivendo com HIV e AIDS, no valor de R$ 90 milhões. Durante o evento, o Ministério da Saúde, em parceria com a Fundação Bradesco, Ford Foundation, Wolkswagen e USAID, estará premiando quatro organizações da sociedade civil que tenham se destacado na luta contra o HIV/AIDS com iniciativas em captação de recursos e fortalecimento institucional. Cada organização receberá um prêmio no valor de R$ 50 mil. Concorrem ao prêmio 57 organizações. FONTE: MINISTÉRIO DA SAÚDE
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner