Rede dos Conselhos de Medicina
Ministério da Saúde prorroga Vacinação de Mulheres contra Rubéola Imprimir E-mail
Ter, 09 de Julho de 2002 21:00
Ministério da Saúde decidiu prorrogar até o próximo dia 12 de julho a campanha de vacinação de mulheres, entre 12 e 39 anos de idade, contra rubéola, em onze estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Roraima, Amapá, Tocantins, Bahia, Ceará e Piauí. Em conseqüência dos jogos da Seleção Brasileira de Futebol, durante a manhã dos dias de jogos não houve expediente em vários postos de vacinação. Nos estados da Bahia e do Mato Grosso ocorreu greve de alguns setores da Saúde; nos estados da região Sul foram as chuvas e o frio que mantiveram as mulheres em casa. E, no Nordeste, as festas juninas ocuparam a agenda das mulheres, refletindo em um resultado desfavorável para a vacinação. A Fundação Nacional de Saúde alerta que a rubéola é uma doença que se torna grave quando ocorre em mulheres grávidas, pois pode provocar aborto ou deixar seqüelas no bebê, como cegueira, surdez, doenças cardíacas ou retardo mental. A mulher vacinada não pega rubéola e protege seu filho.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner