Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Médicos realizam Dia Nacional de Mobilização contra os Piores Planos de Saúde em 08 de Maio Imprimir E-mail
Qui, 02 de Maio de 2002 21:00
Médicos em todo o Brasil promovem, no próximo dia 08 de maio, quarta-feira, o Dia Nacional de Mobilização contra as piores operadoras de planos de saúde do País. A data marca o início de uma pesquisa que será desenvolvida pelo DataFolha com o objetivo de apresentar, em junho, o ranking oficial dos piores convênios em cada um dos Estados brasileiros. Com o apoio do Conselho Federal de Medicina, dos Conselhos Regionais, das Sociedades de Especialidades da AMB (Associação Médica Brasileira), Confederação Médica Brasileira, Sindicatos Médicos e Federação Nacional dos Médicos, o protesto visa conscientizar médicos e pacientes sobre as condições de trabalho impostas pelas operadoras, que têm nos interesses econômicos o foco de sua administração. "O movimento marca uma mudança radical nas condições de exercício profissional e de atendimento aos 30 milhões de usuários de planos de saúde privados", revela o Dr. Eleuses Paiva, presidente da AMB. Situação Insustentável A situação chegou a um patamar insustentável. Há empresas que interferem na autonomia do médico, exigindo a diminuição do tempo de internação, desrespeitando o período pré-operatório, interferindo em atos diagnósticos e terapêuticos mediante auditores e impondo mais restrições para doenças preexistentes. Outros problemas que impulsionaram a realização do protesto são a diminuição do valor dos honorários médicos, prática que vem sendo adotada desde 1998, e o excesso de burocracia na prestação de serviços, tanto para médicos como para pacientes. Reação No dia 8, os médicos de todo o Brasil estarão expondo essa situação a seus pacientes, para alertá-los sobre os abusos cometidos por certas operadoras. A mobilização será um passo importante para conscientizar a sociedade sobre os principais problemas do setor. Na segunda fase da mobilização, os médicos vão apresentar uma pesquisa, elaborada pelo DataFolha, que revelará os piores planos em cada um dos Estados brasileiros. Com cerca de 2.079 operadoras registradas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o setor é muito pulverizado, criando realidades completamente diferentes. "É extremamente importante que todos apóiem este movimento. Precisamos deixar claro que os planos de saúde que não pagam os profissionais médicos ou pagam mal, que descredenciam quem pede os exames necessários ou cerceiam o trabalho dos médicos são um perigo para a saúde dos cidadãos que já pagam muito caro para sofrer com o mal atendimento provocado por esses planos.", afirma Edson de Oliveira Andrade, presidente do Conselho Federal de Medicina. Coletiva As entidades médicas promoverão no próximo dia 8, quarta-feira, na sede da Associação Médica Brasileira, em São Paulo, coletiva de imprensa sobre o Dia Nacional de Mobilização contra os Piores Planos de Saúde. Na oportunidade, serão explicados os motivos que levaram os médicos a deflagrar o movimento. Também serão dados detalhes de pesquisa encomendada ao Datafolha, que apontará o ranking dos piores planos de saúde do Brasil, estado por estado, além das próximas ações que serão desenvolvidas nacionalmente.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Federal de Medicina -Todos os direitos reservados
SGAS 915 Lote 72 | CEP: 70390-150 | Brasí­lia-DF | FONE: (61) 3445 5900 | FAX: (61) 3346 0231| E-mail: cfm@portalmedico.org.br | CNPJ: 33.583.550/0001-30