Rede dos Conselhos de Medicina
Conveniada ao CFM, Universidade do Porto aparece entre 100 melhores do mundo, segundo Shangai Ranking Imprimir E-mail
Seg, 13 de Julho de 2020 14:20

Univporto facebook

 A Universidade do Porto (U. Porto), que apresenta convênio institucional com o Conselho Federal de Medicina (CFM), na implementação de programa doutoral em bioética, aparece bem posicionada no Shangai Ranking, divulgado no dia 29 de junho. A consultoria faz esse tipo de estatística desde 2009 e avaliou em 2020 mais de 4 mil instituições de ensino superior, em 54 disciplinas divididas em cinco áreas de estudo.

A instituição de ensino portuguesa ficou entre as 100 mais bem classificadas em quatro das áreas científicas contempladas na pesquisa, como Ciência e Tecnologia Alimentar (15) e Veterinária (75). Na área médica, a Universidade do Porto apareceu entre as 300 melhores do mundo. Em Saúde Pública, figurou no grupo que vai de 101 a 150; em Clínica Médica, no que ficou entre 201-300; e em Tecnologia Médica, no mesmo segmento.

Entre os critérios analisados no Shangai Ranking 2020 estão medidas de qualidade da pesquisa, extensão da colaboração internacional, publicações editadas em revistas de grande impacto, número de citações e os mais altos reconhecimentos acadêmicos ao corpo docente e de investigação.

“Já sabemos que a Faculdade de Medicina do Porto é rigorosa e preza muito pela qualidade do ensino. Esse ranqueamento é de grande valia para nossos alunos e só demonstra que o CFM acertou no convênio com essa faculdade ao criar seu Programa de Doutorado em Bioética, o qual tenho a honra de coordenar. Ficam, aqui, nossos agradecimentos ao professor Rui Nunes e ao reitor da Universidade do Porto por esse intercâmbio”, comentou José Hiran Gallo, diretor tesoureiro do Conselho Federal.

Doutorado - O Programa Doutoral em Bioética, realizado pela Universidade do Porto em parceria com o CFM, tem duração de quatro anos e é voltado para médicos brasileiros com registro nos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs). Ao todo são 25 vagas, sendo 5% previstas para portadores de necessidades especiais. As inscrições para o período letivo 2020/2021 foram encerradas no dia 23 de fevereiro passado.

Criado em 2007 e dirigido pelo professor catedrático Rui Nunes, o curso é ministrado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Atualmente, conta com 78 médicos inscritos, já tendo formado 18 profissionais. Durante os quatro anos do doutorado, há aulas on-line e presenciais tanto em Brasília quanto em Portugal. O primeiro ano letivo tem cinco módulos de aulas, todas presenciais, sendo um deles de 15 dias realizado na Faculdade de Medicina em Portugal. As demais aulas acontecem na sede do CFM, em Brasília.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner