Rede dos Conselhos de Medicina
Novos presidentes dos CRMs participam de primeira reunião em Brasília Imprimir E-mail
Qui, 09 de Fevereiro de 2017 11:20

Diretores do CFM e o novo grupo que estará à frente dos CRMs por 20 mesesOs novos presidentes dos conselhos regionais de medicina (CRMs) eleitos em dezembro de 2016 e em janeiro deste ano participaram, nesta quarta-feira (8), da primeira reunião de 2017 entre a diretoria do Conselho Federal de Medicina (CFM) e os dirigentes locais.

No encontro, os novos representantes – dos Estados de Rondônia e Tocantins, no Norte; Distrito Federal, Goiás e Mato Grosso do Sul, no Centro-Oeste; Rio de Janeiro, no Sudeste; e Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, no Sul –foram apresentados por seus antecessores e falaram sobre as expectativas em relação ao novo cargo.

O presidente do CFM, Carlos Vital, cumprimentou os recém-eleitos e ressaltou a vasta experiência institucional dos novos presidentes e a plena confiança depositada no trabalho do grupo.

Centro-Oeste – Para o novo presidente do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF), Jairo Zapata, será uma honra dar continuidade ao trabalho da pediatra Martha Helena Zappalá Borges. “Espero continuar recebendo o apoio do CFM para recuperarmos, juntos, a nossa medicina e dar dignidade aos pacientes, especialmente os mais carentes”, disse Zapata.

O cardiologista Celso Rafael Gonçalves Codorniz, eleito para a presidência do Conselho Regional de Medicina do Estado de Mato Grosso do Sul (CRM-MS), foi apresentado pela ex-presidente, cancerologista Rosana Leite de Melo. Ele destacou alguns temas que serão prioridade em sua gestão, como “problemas de revalidação de diploma e exercício ilegal da medicina [Mato Grosso do Sul faz fronteira com Bolívia e Paraguai], luta pela defesa ética, luta contra a abertura indiscriminada de escolas médicas, união com outras entidades médicas e fiscalizações”, disse.

Leonardo Mariano Reis, oftalmologista eleito novo presidente do conselho de Goiás (Cremego) é jovem mas tem vasta experiência institucional, já tendo participado da diretoria do Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) e Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (Simego), entre outros cargos, além de ter sólida atuação acadêmica.

Norte – Em Rondônia, o intensivista Andrei Leonardo de Oliveira é o novo presidente do Conselho Regional (Cremero). Ele recebeu os cumprimentos do tesoureiro do CFM e seu conterrâneo, José Hiran da Silva Gallo. Oliveira, que exercia o cargo de vice-presidente do Cremero, ressaltou o aprendizado da atividade conselhal adquirido até o momento e agradeceu ao CFM pelo apoio e amizade.

Em Tocantins, assumiu a presidência do CRM-TO a pneumologista Jussara Martins, sucedendo o cirurgião-geral Jaci Silvério de Oliveira, responsável agora pela corregedoria. “Somos o conselho mais jovem, mas enfrentamos os mesmos antigos problemas verificados em todo o país. Por isso temos que nos tornar fortes para os enfrentarmos”, disse a nova presidente.

Sudeste – O novo presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj), Nelson Nahon, apresentou o principal desafio de sua gestão: “enfrentar a maior crise de saúde pública do Rio de Janeiro pela falência do Estado”, disse. O conselheiro federal Sidnei Ferreira, que representa o Estado no CFM, expressou inteira confiança no trabalho de Nahon, que sucederá Pablo Vazquez. “Tenho certeza que Nelson Nahon continuará exercendo a medicina e o seu cargo de conselheiro com extrema dignidade e competência”, disse Ferreira.

Sul – No Paraná, o pediatra Wilmar Mendonça Guimarães foi eleito o novo presidente do CRM-PR. Ele foi apresentado aos diretores do CFM pelo seu antecessor, o também pediatra Luiz Ernesto Pujol, agora secretário-geral do CRM. “A maior capacidade de Guimarães é que ele é poeta e como todo o poeta é sujeito de sensibilidade extraordinária”, elogiou o colega.

Em Santa Catarina, a renovação veio na forma da experiência do pediatra Nelson Grisard, que assumiu presidência do CRM-SC. Ao apresentar o colega, a vice-presidente Rachel Duarte Moritz ressaltou a longa trajetória institucional de Grisard como presidente, secretário, membro de comissões, editor, conselheiro e parecerista do CRM-SC, além de ser muito atuante na academia.

Apresentou-se também o novo presidente do conselho do Rio Grande do Sul (Cremers), o cirurgião Fernando Weber Matos. Ele sucedeu o psiquiatra Rogério Wolf de Aguiar, que passou a ocupar o cargo de primeiro secretário do Cremers. Matos tem vínculo antigo com o conselho do Rio Grande do Sul, tendo desde 1993 exercido cargos de conselheiro e diretor (incluindo a vice-presidência e a presidência).

Para o 1º secretário do CFM, Hermann Alexandre Vivacqua von Tiesenhausen, os resultados das eleições nos Estados expressaram o sentimento de união da categoria e das entidades médicas, como no CRM-MG, onde o presidente Fábio Augusto de Castro Guerra, foi reconduzido ao cargo. “Uma disposição colaborativa é essencial para superarmos os nossos desafios. No caso de Minas Gerais, Guerra teve o papel fundamental de aproximar diversos segmentos (entidades médicas e de ensino médico) e os congregar no CRM, reorganizando beneficamente a nossa estrutura”, apontou.

O novo grupo estará à frente dos CRMs por 20 meses e participará de reuniões periódicas com o CFM para alinhamento de estratégias e aprendizado mútuo. A próxima está marcada para o dia 14 de março. Acompanhe as principais atividades do sistema de conselhos de Medicina em http://portal.cfm.org.br 

Confira as imagens em: https://www.flickr.com/photos/cfmimprensa/albums/72157678572214190 

Confira detalhes sobre as novas diretorias aqui.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner