Rede dos Conselhos de Medicina
Artigo de Bioética Imprimir E-mail
Qui, 22 de Agosto de 2002 21:00
Bioética (I) A evolução humana acontece num crescendo de experiências e práticas, as quais são projetadas e colocadas ao alcance de quem se interessar possa. Na verdade, são conceitos que, dependendo de quem os emite, são capazes de estabelecer moda. Ou seja, o uso, o hábito, ou estilo, aceito pela sociedade ou por grupos sociais, ou ainda por categorias, para utilização em suas atividades. A moda pode, pois, constituir hábito ou uso transitório, fugaz mesmo. É o caso do vestuário, cujas modas são extremamente diversificadas, por isso, salvo algumas exceções, têm curta duração. As modas podem, porém, tornar-se especialmente duradouras e até perenes. Na evolução científica também existem modas. O que em determinado momento é tido como absolutamente correto, incontestável, está sujeito a ceder espaço a outros conceitos mais convincentes e eficazes. No âmbito das Ciências Médicas não é diferente. Determinados conceitos, especialmente no campo da Farmacologia, algo que é relatado e definido com verdade, fadado a inteiro sucesso, mais dia menos dia é superado por conceitos mais apropriados. Entre as muitas modas que marcam as atividades médico-científicas, está a Bioética. A Bioética deve estar presente e, enfaticamente considerada, por todas as especialidades. Todas precisam estar afinadas com a Bioética. O que é Bioética? O termo é formado pelo prefixo grego "bios", que significa vida, e "ethos", também oriundo do grego, é o conjunto de hábitos fundamentais, estudados pela Ética. A Ética é a parte da Filosofia responsável pela investigação dos princípios que motivam, distorcem, disciplinam ou orientam o comportamento humano. Diz respeito à essência das normas, valores, prescrições e exortações presentes e aplicáveis em toda realidade social. A Bioética é, pois, a parte da Ética que enfoca as questões referentes à vida humana e ao comportamento do ser humano na área das ciências da vida, em toda a sua complexa e maravilhosa diversidade. A Bioética é uma disciplina nova. Tem suas raízes no ano de 1971. A tradição mais aceita atribui ao médico oncologisa americano Van Rensselaer Fetter, que introduziu o neologismo na Literatura Científica, empregando como título de livro publicado em 1971: Bioethic: Bridge to the future. Ainda em 1971, Warren T. Reich convidou 285 autores para escreverem o que se publicaria em 1978, como Encyclopedia of Bioethics, sob o patrocínio do Instituto Kennedy de Ética. O dicionário da Real Academia Espanhola, em sua vigésima primeira edição, define Bioética como "disciplina científica que estuda os aspectos éticos da Medicina e da Biologia em geral, assim como as relações de ser humano com os outros seres vivos". Disciplina é a ordenação de fatos, iniciativas, acontecimentos, em condições de estabelecer a harmonia entre os seres e o meio ambiente. Pode-se, portanto, conceituar a Bioética como a disciplina capaz de sintetizar tudo quanto diz respeito à vida, desde os seres mais simples até, e muito especialmente, ser humano, situado no ápice da escala biológica. O momento presente é marcado universalmente pelo grande empenho na elucidação do genoma humano, tema extremamente complexo, que diz respeito à constituição genética dos seres vivos, com destaque a espécie humana. Os estudos e pesquisas desenvolvidos no campo da Genética, encontram na Bioética a harmonia imprescindível à sua sistematização. O campo de ação da Genética, particularmente da Genética Humana, é muito vasto. É propício a ações altamente positivas, direcionadas ao bem estar, não apenas do ser humano, mas de todos os seres vivos. O desenvolvimento das pesquisas genéticas pode condicionar efeitos negativos, contrários ao seu desiderato. Então a importância da Bioética, disciplina da harmonia e do bem comum. Ary de Christian é professor aposentado da PUCPR, ex-provedor da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba, atual presidente da Federação Brasileira das Academias de Medicina.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner