Escrito por Tadeu Sampaio*

O que fazer para obter sucesso na valorização profissional do médico? Esta pergunta passa pela cabeça do todos nós médicos Obstetra e ginecologista que atuam nessa área. Algumas pessoas diriam que a resposta é atualização. Outras apostariam que o caminho é a especialização. Na minha opinião, o segredo está em sabermos exatamente em que lugar nós queremos chegar na nossa Profissão, por que como ela está indo e já chegou em algumas regiões do País seremos os profissionais mais desvalorizados da classe médica.

Um bom caminho para nós é um plano de carreira, onde podemos traçar metas objetivas e claras, com este plano podemos traçar o melhor caminho e as ferramentas mais adequadas para atingir as metas. Outro elemento importante é sabermos que nível de envolvimento nós queremos ter (exemplos: cargo de diretor significa maior salário, porém é o reconhecimento de sua competência profissional, isso também significa trabalho dobrado, pouco tempo com sua família, mudar às vezes de cidade, etc) se a pessoa não quer ficar longe de sua família, teremos opções de ocupar cargos operacionais. Uma carreira valorizada, necessita de pessoas que tenham a clareza do que querem e que gostem do que fazem. Saber escolher é o aspecto mais importante da valorização profissional.

Nós não podemos mais viver sem planejamento, seja em casa ou na vida profissional é preciso planejar nos mínimos detalhes e vencidas com louvor todas as suas etapas. Para que isso aconteça, há a necessidade do comprometimento com a missão e o objetivo (vencer todas as dificuldades da profissão e reduzir os nossos riscos maternos e fetais). Hoje não basta ter o Curso Universitário é preciso avançar na formação profissional (Pós, Mestrado e Línguas).

Sejamos os melhores profissionais na área médica, mudemos nossos hábitos, mudemos nossos comportamentos. Não devemos esperar acontecer, devemos fazer acontecer. Para as Federadas e Entidades Médicas (Febrasgo, Fenam, CFM, CRM, Sindicatos, etc), é necessário conhecer quais são as motivações pelas quais os médicos trabalham e procurar dentro do possível satisfazê-las, isso é fundamental para as organizações. A satisfação e o prazer no trabalho estão ligados tanto a aspectos tangíveis, como a remuneração, quanto os fatores mais subjetivos, como respeito e confiança, ambiente de trabalho, orgulho de fazer algo importante para si e a sociedade, enfrentar e vencer desafios.

Que dinheiro não é tudo, já o diz a sabedoria popular. Mas cuidar bem de um profissional e reconhecer o seu trabalho passa, sim por uma remuneração justa e atraente. As perspectivas de crescimento que o médico percebe dentro da organização são forte fator motivacional. Ascensão tanto em termos hierárquicos, que resulta em uma melhor remuneração quanto em termos de absorção de conhecimento, por meio de programas de desenvolvimentos que o levem a desempenhar melhor seu papel na organização saúde, mais também melhorem seu status profissional.

Desafio é outro conceito importante, caminha lado a lado com a competência dos profissionais, um prazer especial por situações ou tarefas que coloquem à prova sua capacidade de criação e de realização, permitindo-lhes expor todo o seu talento. Unir para valorizar e fortalecer é a essência desta proposta, que objetiva mais alcance e comprometimento de todas as esferas públicas e privadas no sentido de colocar a profissão de médico no seu lugar de direito: entre as principais na área social, zelar pela qualidade dos serviços oferecidos a sociedade, orientar, supervisionar, fiscalizar, legalizar, técnica e eticamente o exercício da profissão, bem como promover o aperfeiçoamento e atualização dos profissionais, é a missão não apenas dos CRMs que visa buscar soluções para promover melhorias capazes de qualificar ainda mais a atividade da instituição, mais também buscar e ser objetivos em resultados concretos que tragam verdadeiros benefícios para os profissionais médicos. Essa proposta humanizadora, participativa e tecnicamente qualificada, seja 90% trabalho de transpiração e apenas 10% de trabalho de inspiração.

Avancemos sempre, na vida as coisas, às vezes, andam muito devagar. Mas é importante não parar. Mesmo um pequeno avanço na direção certa já é um progresso, e qualquer um pode fazer um pequeno progresso. Se você não conseguir fazer uma coisa grandiosa hoje, faça alguma coisa pequena: pequenos riachos acabam convertendo-se em grandes rios. Continue andando e fazendo. O que parecia fora de alcance esta manhã, vai parecer um pouco mais próximo amanhã ao anoitecer, se você continuar movendo-se para frente. A cada momento intenso e apaixonado que você dedica a seu objetivo, um pouquinho mais você se aproxima dele. Se você para completamente é muito mais difícil começar tudo de novo, então continue andando e fazendo, não desperdice a base que você já construiu. Existe alguma coisa que você pode fazer agora mesmo, hoje, neste exato instante. Pode não ser muito, mas vai mantê-lo no jogo, vá rápido, quando puder, vá devagar, quando for obrigado, mas, seja lá o que for, continue. O importante é não parar!!!! “O CONHECIMENTO TORNA A ALMA JOVEM E DIMINUI A AMARGURA DA VELHICE. COLHE, POIS A SABEDORIA. ARMAZENA SUAVIDADE PARA O AMANHÔ. (LEONARDO DA VINCI)

* É ginecologista, obstetra, mastologista e ultrassonografista.

* As opiniões, comentários e abordagens incluidas nos artigos publicados nesta seção são de inteira responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, o entendimento do Conselho Federal de Medicina (CFM).


 * Os textos para esta seção devem ser enviados para o e-mail imprensa@portalmedico.org.br, acompanhados de uma foto em pose formal, breve currículo do autor com seus dados de contato. Os artigos devem conter de 3000 a 5000 caracteres com espaço e título com, no máximo, 60.


* Os textos para esta seção devem ser enviados para o e-mail imprensa@portalmedico.org.br, acompanhados de uma foto em pose formal, breve currículo do autor com seus dados de contato. Os artigos devem conter de 3000 a 5000 caracteres com espaço e título com, no máximo, 60.
Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.