CFM manifesta pesar pela morte de médica em episódio de violência em Vitória (ES)   Imprimir
Sáb, 16 de Setembro de 2017 12:35

A pediatra Milena Gottardi tinha 38 anos (foto: Folha Vitória)O Conselho Federal de Medicina (CFM), em nome dos 443 mil médicos brasileiros, manifesta pesar pela morte da pediatra Milena Gottardi Tonini Frasson, 38 anos, decorrente de mais um inaceitável e triste episódio de violência ocorrido no Brasil.

Para a autarquia, esse crime evidencia, mais uma vez, a necessidade de adoção de medidas urgentes para trazer segurança aos cidadãos, médicos e outros trabalhadores da saúde que transitam por hospitais, postos de atendimento e outros estabelecimentos da rede pública.
 
Essas medidas, que incluiriam o reforço da presença policial nesses serviços, poderiam impedir casos de agressão de qualquer natureza, garantindo a integridade física de profissionais, pacientes e seus familiares.
 
A médica Milena Gottardi Tonini Frasson foi atingida por um disparo quando saia do seu plantão no Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam), em Vitória (ES), também conhecido como Hospital das Clínicas. O caso está sendo investigado na Delegacia Especializada em Homicídios Contra a Mulher (DEHCM).  
 
O CFM manifesta sua solidariedade aos familiares, amigos e pacientes dessa  médica jovem, reconhecida como profissional dedicada, carinhosa e com atuação diferenciada no tratamento com a equipe e com os pacientes nas áreas de hematologia e na oncologia. 

Leia mais: CRM-ES se solidariza com família da médica baleada ao sair de plantão e mantém cobrança por segurança