CFM e Cremese lamentam falecimento do conselheiro Roberto Nogueira Imprimir
Qui, 14 de Setembro de 2017 15:23

O Conselho Regional de Medicina de Sergipe decretou luto de 3 dias em virtude do falecimento do médico

 

O Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe (Cremese) informam e lamentam o falecimento do conselheiro Roberto Andrade Nogueira, ocorrido na noite desta quarta-feira (13), em Aracaju (SE). Clínico geral, o conselheiro regional exercia o cargo de 2º Tesoureiro do Cremese.

O médico tinha 48 anos e lutava contra uma grave doença havia dez meses. Roberto Nogueira deixa esposa e um casal de filhos, sendo a mais velha estudante de Medicina. À família e amigos, o CFM e o Cremese expressam sinceras condolências e profundo pesar.

O conselheiro foi aluno e também amigo da presidente do Conselho Regional do estado, Rosa Amélia Andrade Dantas. Sobre o colega, a presidente do Cremese declarou que Roberto Nogueira foi “uma pessoa ímpar, cuja marca que deixou foi a da humildade, e da necessidade de reduzir conflitos, através do diálogo e da necessidade de entender os outros lados do Poliedro da vida e do ser humano. E mesmo na sua morte nos deixa o exemplo da luta pela vida”, lembra a presidente do Cremese.

Luto oficial - A autarquia regional decretou luto oficial de 03 dias em virtude do falecimento do médico e em nota disponível no site do Conselho expressa pesar e solidariedade à família e amigos do conselheiro. “Os médicos sergipanos estão de luto. E todos, nos seus mais diversos credos e religiões, vamos canalizar nossa energia positiva para que Roberto Nogueira caminhe para sua vida eterna em paz”, acredita Rosa Amélia.

A cerimônia de sepultamento foi realizada na manhã desta quinta-feira (14), no Cemitério Parque Colina da Saudade, em Aracaju (SE). Acesse aqui o site do Cremese.