Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Suspensão de novos cursos de Medicina pelo MEC vai até 10 de maio Imprimir E-mail
Dom, 02 de Maio de 2004 21:00
Termina no próximo dia 10 de maio o prazo estipulado pelo ministro da Educação, Tarso Genro, para a apresentação dos critérios que irão nortear, a partir de agora, a abertura de cursos de Medicina e da área da Saúde. A suspensão da abertura de cursos de Medicina já dura mais de dez meses, graças a resoluções do Conselho Nacional de Saúde (CNS), que vinham sendo acatadas pelo MEC. No entanto, 46 processos de pedido de liberação de cursos estão em andamento no MEC, nove deles podem ser abertos em São Paulo. Diante da situação alarmante, do caráter mercantil que está por trás da abertura de novos cursos e da necessidade de uma solução definitiva para o problema, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), em conjunto com entidades médicas estaduais e nacionais, acaba de lançar a campanha “Proteja-se. Lute pela proibição da abertura de novos cursos de Medicina. Por uma Medicina ética, com qualidade e compromisso social”. A iniciativa dá prosseguimento ao movimento deflagrado pela Carta Aberta lançada pelas entidades médicas no início de março deste ano, que foi acatada pelo ministro da Educação. Em reunião do Conselho Nacional de Saúde no dia 10 daquele mês, Tarso Genro anunciou a prorrogação por pelo menos mais 60 dias a suspensão da abertura de novos cursos de Medicina, que, aliás, já estava suspensa há 240 dias. O objetivo da campanha é alertar a população, além de sensibilizar as autoridades responsáveis, sobre os potenciais riscos representados pela criação de escolas de Medicina sem condições necessárias de oferecer ao futuro médico uma formação consistente e adequada. Com ela, as entidades médicas também pretendem sensibilizar os novos membros do Conselho Nacional de Educação (CNE), que tomam posse nesta terça-feira, 4 de maio, quando será eleito o novo presidente do CNE. Da mesma forma, esperam que o assunto da abertura de cursos esteja na pauta da Plenária do Conselho Nacional de Saúde e da Câmara de Educação Superior do CNS que se reúnem, separadamente, nos próximos dias 5 e 6 de maio, em Brasília. Assinam a campanha as seguintes entidades médicas: Conselho Federal de Medicina, Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo, Associação Médica Brasileira, Confederação Médica Brasileira, Federação Nacional dos Médicos, Associação Paulista de Medicina, Sindicato dos Médicos de São Paulo, Federação dos Médicos do Estado de São Paulo e Academia de Medicina de São Paulo. Uma das peças principais da campanha é o hotsite www.proteja-se.org.br , que reúne todas as informações disponíveis sobre a abertura de escolas médicas no Estado de São Paulo e no Brasil. Em maio, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo lançará ainda a cartilha “Escolha bem seu curso de Medicina”, dirigida especialmente aos candidatos que se preparam para prestar vestibular na área. A publicação, que será encaminhada gratuitamente aos cursinhos e escolas da rede pública e privada, pretende mostrar aos estudantes alguns pré-requisitos que devem ser levados em conta na hora de escolher em qual faculdade de Medicina irá prestar o vestibular. Estão sendo afixados em diversos pontos da capital paulista outdoors com o slogan da campanha. Cartazes, bottons e adesivos também serão disponibilizados pelas entidades médicas. FONTE: Assessoria de Imprensa do Cremesp
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Federal de Medicina -Todos os direitos reservados
SGAS 915 Lote 72 | CEP: 70390-150 | Brasí­lia-DF | FONE: (61) 3445 5900 | FAX: (61) 3346 0231| E-mail: cfm@portalmedico.org.br | CNPJ: 33.583.550/0001-30