Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Nova edição da Revista Bioética debate terminalidade da vida e os desafios da vida cotidiana do médico Imprimir E-mail
Sex, 22 de Março de 2019 17:28

A primeira edição do volume 27 da Revista Bioética já está disponível para leitura on-line, e traz como tema editorial um emocionante relato sobre a Tragédia de Brumadinho, onde o rompimento de uma barragem em 25 de janeiro de 2019 vitimou mais de 200 pessoas, além de outros 100 desaparecidos.

O editorial – que reflete sobre o processo de construção do conhecimento no campo da Bioética – traz um apanhado geral de notícias a respeito do rompimento da barragem e as razões pelas quais a tragédia veio a acontecer, desde problemas em fiscalizações até sirenes de alerta que não tocaram, e propõe uma reflexão ética na forma como agimos não somente em nossas vidas profissionais, mas como foco na aplicação ética na vida cotidiana.

A revista conta ainda com 20 artigos inéditos que abordam temas como a tortura e a pena de morte em estados democráticos; os cuidados aos pacientes críticos em final de vida; iatrogenia em idosos. Nestes artigos que tratam da terminalidade da vida, destaca-se o artigo "Reflexões sobre cuidados a pacientes críticos em final de vida", que trata justamente dessa discussão sobre questões relativas ao fim da vida, com exemplos de países como os Estados Unidos, Japão, Itália e o próprio Brasil. E traz também uma análise sobre temas delicados como a eutanásia e o suicídio assistido.

Além dos artigos que versam sobre a terminalidade da vida, temos também os que tratam dos desafios da vida cotidiana do médico, como é o caso da ética relacionada a pacientes com transtornos mentais; saúde e religião; ética na medicina esportiva contemporânea; bioética infantil; a responsabilidade nas acusações de erro médico ortopédico; confidencialidade médica em pacientes com HIV/Aids, entre outros.

Neste grupo se destaca o artigo "Confidencialidade médica no cuidado ao paciente com HIV/aids", que trata do estigma do paciente infectado com o vírus e a importância do sigilo médico-paciente, que não só garante a privacidade como, em muitos casos, até mesmo a continuidade do tratamento.

A formação médica também não deixou de ser abordada nos artigos desta primeira edição de 2019. O artigo "Bioética e discentes de medicina: transição do método de ensino", busca mostrar novas visões para o ensino médico. O estudo buscou relacionar o conhecimento dos estudantes de medicina, em diferentes modalidades de ensino, sobre o Código de Ética Médica.

Perspectiva Histórica – A mais recente edição da Revista Bioética conta ainda com o artigo "Diretivas antecipadas de vontade: percurso histórico na América Latina", que apresenta uma perspectiva histórica sobres este importante instrumento que busca garantir ao paciente o direito de decidir sobre seus cuidados de saúde. O artigo visa traçar o percurso histórico deste mecanismo nos países da América Latina, citando exemplos de países como Porto Rico, Argentina, México, Uruguai e Colômbia.

Para ler a íntegra da edição, acesse:    http://revistabioetica.cfm.org.br

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Federal de Medicina -Todos os direitos reservados
SGAS 915 Lote 72 | CEP: 70390-150 | Brasí­lia-DF | FONE: (61) 3445 5900 | FAX: (61) 3346 0231| E-mail: cfm@portalmedico.org.br | CNPJ: 33.583.550/0001-30