Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Presidente do CFM é condecorado, no Palácio do Planalto, com Ordem do Mérito Médico Imprimir E-mail
Ter, 17 de Outubro de 2017 13:53
ceriimonia no palacio do planalto dia do medico grande

 

O presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Carlos Vital, recebeu nesta terça-feira (17), a condecoração da Ordem do Mérito Médico, honraria concedida a profissionais que prestaram serviços notáveis à Medicina no Brasil. A homenagem, que marca a semana em que se comemora o Dia do Médico (18), aconteceu no Palácio do Planalto, onde o presidente do CFM e outros 11 médicos receberam condecorações nas classes Grande-Oficial e Comendador.
 
A Ordem do Mérito Médico foi criada em 1950 e é concedida após convite do ministro da Saúde. Os 12 médicos receberam a condecoração por terem se destacado no decorrer do exercício da profissão, seja no setor público ou privado; no magistério da medicina ou ainda com obras relevantes aos estudos médicos. Desde 2004, já foram concedidas 63 medalhas da Ordem para nomes como Adib Jatene, Drauzio Varela, Zilda Arns, Sérgio Arouca, José Gomes Temporão, Gastão Vagner de Souza Campos e, no ano passado, em homenagem póstuma, o acadêmico e cirurgião plástico, Ivo Pitanguy.
 
Ao agradecer a comenda, Carlos Vital enfatizou que a homenagem é um justo reconhecimento aos esforços empreendidos pelos mais de 400 mil médicos brasileiros. “A população deste país nos reconhece como membros da classe profissional de maior crédito e confianças. Neste momento nacional, de necessidade de recuperações, estou certo de que os médicos brasileiros contribuirão com a reconstrução de um novo Brasil”, afirmou.
 
Segundo o presidente, dois fatores são fundamentais para o desenvolvimento sustentável: o crescimento do PIB e o combate às desigualdades sociais. “Também nestes aspectos, os médicos brasileiros continuarão o seu exercício de cidadania, com afinco, para termos um futuro melhor às nossas gerações. Ao mesmo tempo, determinados à preservação desse patrimônio universal e público da humanidade, que é a Medicina”, afirmou o presidente do CFM.
 
Durante a solenidade, o presidente da República, Michel Temer, que entregou as condecorações, ressaltou o papel do médico na comunidade e destacou que a homenagem reverencia a meritocracia dos médicos, “que exerce um verdadeiro sacerdócio, levando às famílias a esperança da recuperação”. Em seu discurso, disse que não é incomum que o médico incursione pela atividade política.
 
“O médico é quase que levado pelos seus pacientes a participar, muito legitimamente, da vida pública, pelos benefícios que ele produz à comunidade. E ao participar da vida pública, faz aquilo que o senhor presidente do CFM mencionou, ou seja, colabora com o desenvolvimento do País e colabora também com as causas sociais”, conclui Temer.
 
 
CONFIRA OS DOZE CONDECORADOS
 
 
CLASSE GRANDE- OFICIAL
 
Carlos Vital Tavares Corrêa Lima – Atual presidente do Conselho Federal de Medicina, gestão 2014-2019. É médico e pós-graduado em Medicina Ocupacional pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). É membro da Academia Pernambucana de Medicina, sócio-fundador da Sociedade Brasileira de Bioética (Regional Pernambuco) e da Sociedade Brasileira de Direito Médico. No CFM, contribuiu com as discussões no âmbito das Comissões de Recadastramento, de Revisão Eleitoral e de Revisão do Código de Ética Médica, como representante do Nordeste.

Florentino de Araujo Cardoso Filho - Formado na Universidade Federal do Ceará e especialista em cirurgia geral e oncológica. É Presidente da Associação Médica Brasileira desde 2011, sendo reeleito para a gestão 2014/2017. Assumirá a Presidência da CONFEMEL – Confederação Médica Íbero-Latino-Americana e do Caribe dia 02 de novembro de 2017.
 

Márcio José de Almeida – Formado na Universidade Estadual de Londrina, é especialista em Medicina do Trabalho, com Mestrado e Doutorado em Saúde Pública. Foi Diretor da Escola de Saúde Pública do Paraná, 2015-2016 e, atualmente, é professor-pesquisador do Programa de Pós-graduação em Ensino na Saúde. Atua no projeto de organização da Rede de Pesquisa em Saúde dos Servidores da Secretaria em Londrina. Autor de vários artigos técnicos e científicos publicados em revistas nacionais e internacionais e de publicações na área de educação médica e saúde.

Maria Inês Pordeus Gadelha – Formada na Universidade Federal da Paraíba,  é especialista em Oncologia Clínica. Dedica-se exclusivamente ao serviço público, tendo progressivamente migrado para a área de gestão no Ministério da Saúde. Foi membro da Câmara Técnica de Oncologia do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro, Conselho Diretor, Editoria e Consultoria da Revista Brasileira de Cancerologia/ INCA/Ministério da Saúde. De 1975 a 2016, somou 485 participações em eventos, com trabalhos apresentados ou palestras proferidas de 1980 a 2016, publicou 125 trabalhos e, de 1987 a 2016, revisou 42 teses de mestrado ou doutorado, monografias, projetos e artigos.

Mônica Almeida Neri – Médica doutoranda em Saúde Pública na área de Planejamento e Gestão de Serviços em Saúde do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia. Tem experiência em Ginecologia da Infância e da Adolescência com ênfase em Assistência Especializada a Gestantes Adolescentes. Atualmente, é Diretora Geral da Maternidade Climério de Oliveira - Universidade Federal da Bahia. É Presidente da Associação Brasileira de Hospitais Universitários e de Ensino (ABRAHUE), sendo a primeira mulher a assumir este cargo.

Raul Cutait – Formado pela Faculdade de Medicina da USP, doutor e livre-docente pela mesma instituição, Cutait publicou oito livros, todos na área médica. Também é autor de 110 artigos científicos em revistas nacionais e internacionais e membro da Academia Nacional de Medicina, desde 2005. É integrante de 30 sociedades médicas e científicas nacionais e internacionais ligadas à cirurgia. Conhecido por operar o vice-presidente José Alencar, ocupou diversos cargos no Hospital Sírio-Libanês e assumiu a Secretaria Municipal de Saúde na gestão de Paulo Maluf, na década de 90. É imortal da Academia Paulista de Letras (APL).

Vanessa Van Der Linden Mota – Formada na Universidade Federal de Pernambuco, é especialista em Pediatria e Neurologia infantil. Atualmente realiza projeto de pesquisa na Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD), Pernambuco, com o seguimento neurológico das crianças portadoras da Síndrome Congênita do Zika vírus. Médica graduada pela Universidade Federal de Pernambuco (1993), cursou residência em Pediatria pelo Instituto Materno Infantil de Pernambuco e especializou-se em Neurologia Infantil no Instituto da Criança, na Universidade de São Paulo. Vanessa foi uma das primeiras médicas a identificar o surto de bebês com microcefalia no Nordeste. Junto com outros profissionais, alertou as autoridades de saúde sobre o evento inesperado, com o qual se deparou. Atualmente, desenvolve um trabalho de pesquisa com o seguimento dos pacientes com síndrome congênita do Zika vírus na AACD Pernambuco.

CLASSE COMENDADOR
 
Aureo Augusto Caribé de Azevedo – Formado na Faculdade de Medicina (UFBA), atua como médico da Unidade de Saúde da Família no povoado de Vale do Capão, na Bahia. O médico tem experiência com a medicina alternativa denominada Neohipocratismo ou Naturopatia. Há 33 anos na comunidade, ele observa a alimentação dos pacientes e atua no processo de reeducação, estimulando o consumo de hortaliças e plantas medicinais no combate a doenças. A outra linha de tratamento em paralelo à reeducação alimentar é o uso de plantas medicinais. Na horta construída no quintal do posto de saúde, é possível encontrar plantas como a mil-folhas, que possui propriedade anti-inflamatória e malmequer, cujo chá serve para a higienização de ferimentos, além do guaco, utilizado para estimular a expectoração.

Carmen Luiza Correa Fernandes – Formada na Universidade Federal de Pelotas, é especialista em medicina de família e comunidade. A profissional atua como médica de equipe de Saúde da Família em Porto Alegre (RS).

 Elisabeto Ribeiro Gonçalves – Formado na Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Pernambuco, o médico atua como oftalmologista no Instituto de Olhos de Belo Horizonte (MG), nos Departamentos de Retina e Vítreo e do Serviço de Eletrofisiologia Ocular e atua como membro Internacional da American Academy of Ophthalmology. Tem vários livros publicados, dentre eles, “Ensaio sobre a problemática da cegueira”.

José Enio Servilha Duarte – Presidente do COSEMS/SP por três oportunidades seguidas, de 2000 a 2005, defensor assíduo da democracia e da municipalização, Duarte já foi Secretário Municipal de Saúde de Marília (SP) por oito anos e, por muito tempo, docente da Faculdade de Medicina de Marília. Duarte dedica sua vida à saúde pública nacional e interessou-se pela política quando ainda estudava medicina, onde procurou batalhar contra o regime militar de forma democrática, com o objetivo de redemocratizar o Brasil. Dentre tantas contribuições ao SUS e aos municípios brasileiros, foi secretário executivo do Conasems por mais de uma década.

Sildo Gonzaga Tomaz – Médico indígena da etnia Ticuna, o profissional participa do Programa Mais Médicos, sendo um dos brasileiros formados em instituição de educação superior estrangeira em Cuba. Ele trabalha há dois anos na saúde indígena e atualmente está no Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Solimões (AM), município de Tabatinga (AM), atendendo as comunidades indígenas do Polo Base Filadélfia.

 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Federal de Medicina -Todos os direitos reservados
SGAS 915 Lote 72 | CEP: 70390-150 | Brasí­lia-DF | FONE: (61) 3445 5900 | FAX: (61) 3346 0231| E-mail: cfm@portalmedico.org.br | CNPJ: 33.583.550/0001-30