Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
No Brasil, médicos lusófonos debatem os desafios da saúde nos países de língua portuguesa Imprimir E-mail
Qua, 03 de Maio de 2017 11:08

Acesse aqui o site do evento.Temas como a resistência antimicrobiana, doenças crônicas, emergências nos hospitais públicos e desafios em saúde nos países de língua portuguesa serão debatidos esta semana, em Brasília, durante o VIII Congresso da Comunidade Médica de Língua Portuguesa. O evento, a ser realizado de 4 a 6 de maio, no Centro Internacional de Convenções do Brasil, é promovido pela Comunidade Médica de Língua Portuguesa (CMLP) e conta com o apoio e organização da Associação Médica Brasileira (AMB) e do Conselho Federal de Medicina (CFM).

 A CMLP congrega cerca de 480 mil médicos, distribuídos em quatro continentes, e que têm em comum, além da língua, o compromisso com o ético desempenho da medicina. Do total de médicos lusófonos,  420 mil são brasileiros e 50 mil, portugueses. O tema central do VIII Congresso será “Raízes, realidade e solidariedade”. Estarão presentes representantes de entidades médicas do Brasil, Portugal, Timor Leste, Macau, Moçambique, Angola e Guiné Bissau.
 
Para o presidente do CFM e da CMLP, Carlos Vital, o momento atual, em que se discute as bases de uma nova ordem global, com impactos na economia, educação, relações humanas e sociais, é oportuno para que, “inspirados nas nossas heranças e vocações”, os médicos desses países projetem e compartilhem estratégias para superar desafios, “promovendo nossas contribuições para um mundo mais justo, ético e igualitário”.
 
Já o secretário permanente da CMLP, o português José Manuel Pavão, ressalta que o encontro terá o objetivo de encontrar estratégias comuns de entendimento, cooperação, desenvolvimento e políticas para a afirmação de uma saúde lusófona. Também será “mais uma oportunidade de convívio, troca de experiências, partilha do conhecimento e responsabilidades.”
 
Bioética – Após a abertura, na manhã de quinta-feira (4), será realizada sessão solene para marcar os 10 anos do convênio entre o CFM e a Faculdade de Medicina da Universidade de Porto que disponibiliza doutorado em bioética para médicos brasileiros. Também será feita a entrega dos certificados para os alunos da 6ª Turma da atvidade. 
 
À tarde, a conferência terá como tema “Desafios globais em saúde da CMLP”, e irá debater os seguintes assuntos: infecções viróticas emergentes ou reemergentes, doenças crônicas, emergências em saúde pública e tecnologias em saúde. A conferência seguinte debaterá a bioética nos países lusófonos.
 
Na sexta-feira (5), o tema da primeira  conferência será “Saúde em todas as políticas”. Entre os palestrantes, estarão o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Jurandi Frutuoso, o ex-presidente da Fiocruz Paulo Buss e o coordenador técnico da unidade de doenças crônicas não transmissíveis - OPAS/OMS Brasil, Roberto del Aguila. 
 
A qualidade da formação médica será tema da conferência seguinte, que vai debater o funcionamento dos sistemas de acreditação de escolas médicas, entre eles o Saeme, lançado pelo CFM e pela Associação Brasileira de Ensino Médico (Abem). Representantes de Portugal e Moçambique também falarão sobre como funciona o ensino médico em seus países. No período da tarde, serão realizadas a assembleia da CMLP e workshops sobre o financiamento da saúde no Brasil e a concessão do título de especialista.
 
 Mais informações sobre o VIII Congresso, como a programação e inscrições no evento, estão disponíveis no site www.cmlp.cfm.org.br/.
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

© PORTAL MÉDICO 2010 - o site do Conselho Federal de Medicina -Todos os direitos reservados
SGAS 915 Lote 72 | CEP: 70390-150 | Brasí­lia-DF | FONE: (61) 3445 5900 | FAX: (61) 3346 0231| E-mail: cfm@portalmedico.org.br | CNPJ: 33.583.550/0001-30